Palocci, mais um “vilão-herói” na história da pátria

Podem ficar chateados comigo, mas vou fazer uma constatação assim mesmo. O Esquerdismo realmente não tem cura. Obviamente todo mundo sabe disso. Mas em minha opinião Antonio Palocci está gravando seu nome no panteão da História da Nação.

Ele está acabando com o PT e tudo o que ele representa. A sua delação é o que faltava para aniquilar qualquer pretensão que o partido ainda tinha de voltar a ter algum protagonismo no país.

O caminho a ser tomado, depois da delação de Palocci, é apenas um: a extinção do PT, em um médio prazo, e a prisão de muita gente, no curto prazo.

O PT é uma Organização Criminosa. A lei do silêncio impera lá no alto escalão onde Palocci pertencia, tal qual a “omertà” da Máfia Italiana.

Por isso que reconheço o mérito do Palocci. Mesmo que ele esteja apenas se vingando dos bandidos que o abandonaram à própria sorte, mesmo que tudo não passe de um ressentimento de sua parte com os “companheiros de armas”, o Brasil ganha muito com os seus serviços de delator.

Ele acabou de ultrapassar Roberto Jefferson no título de maior “homem-errado-fazendo-a-coisa-certa” do país, e virou o “vilão-heroi” número 1 da Pátria.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários