Em Santa Catarina, a nova política é a má política!

Um Prefeito Municipal pode estar filiado a um Partido. Mas é o Prefeito de TODOS os munícipes.

Ele tem o dever e a obrigação de cuidar dos negócios públicos, de fomentar a economia, de zelar pelos recurso, de gerar prosperidade, conforto, bem comum, com práticas e condutas das quais é cobrado.

Os Prefeitos tem ligações diretas com a população.

O Governador do Estado pode estar filiado a um Partido, mas ele é o Governador de todos os habitantes do seu Estado.

Tem o dever de ter relações republicanas com os Prefeitos de todos os Partidos.

Não atender Prefeitos por vinditas e rancores políticos é uma prática da má política.

O Governador Carlos Moisés da Silva em 9 meses de mandato, veio uma vez à Blumenau/SC. E não atende o Prefeito da cidade e nem aos demais Prefeitos da Região do Vale do Itajaí.

Ou seja, se nega a se aproximar dos cidadãos, das empresas, das instituições, do eleitor.

Ele, o Governador, foi maciçamente votado na região. Tem um líder local, o Deputado Estadual Ricardo Alba (o mais votado do Estado), que tem feito de tudo para manter a ligação entre a região e o chefe do executivo estadual, que também - ao que parece - não é atendido e está sendo o grande prejudicado com essa postura inaceitável desse Governador que está encastelado e aquartelado em torno do seu deslumbramento autoritário.

Se posta contra o Governo Federal, acolhe o MST, comanda um governo perdulário que gasta milhões de reais com mordomias pessoais na sua residência oficial e na casa da sua Vice-Governadora, toma helicóptero público para ato político de filiação de empresário. Enfim, decepção absoluta!

Todas as tentativas de aproximação têm sido frustradas. E ao que leio e escuto, o mesmo está acontecendo em muitas outras regiões.

Não ouve ninguém, não atende ninguém, não respeita ninguém!

Um reizinho pitoco, soberbo e arrogante que só arranja tempo para se apresentar como cantor no CIC.

Ao que me lembro, foi a primeira vez que um Governador do Estado não esteve presente nos festejos de aniversário de Blumenau/SC.

No meu humilde modo de pensar, não adianta mais insistir. Que azar o nosso em escolher esse tipo.

A cidade, a região, os eleitores, independentemente de partido, devem ter o Comandante Carlos Moisés da Silva como PERSONA NON GRATA, em razão da sua injustificável ingratidão, descaso, falta de respeito e abandono para conosco.

Conseguiu a proeza, em 9 meses, de ser pior dos piores!

Da forma como a coisa anda, intuo que não termine o mandato!

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia.
@LCNemetz

Comentários