Alcolumbre conseguiu em apenas 7 meses, o que Renan demorou várias décadas

Renan Calheiros demorou várias décadas para se inscrever na lista dos mais execráveis políticos deste país. Já Davi Alcolumbre precisou apenas de 7 meses para se incluir nessa hedionda galeria.

A senadora Selma Arruda disse ao O Antagonista que o deslumbrado discípulo de Renan Calheiros, Davi Alcolumbre, a pressiona e constrange a retirar a assinatura pela instalação da CPI da Lava Toga. Trata-se de típico crime de constrangimento ilegal, previsto no Artigo 146 do Código Penal.

Além disso, a senadora foi chantageada por “pessoas do partido”, “dizendo que se ela não retirasse o apoio à CPI, o processo contra ela na Justiça Eleitoral teria um resultado certo: a cassação por caixa dois e abuso econômico confirmada pelo TSE.”

Trata-se de crime de ameaça previsto no Artigo 147 do Código Penal. Disse ainda a Senadora, em outro destaque do mesmo site, que o parecer de Raquel Dodge pela cassação de seu mandato tem nítida ligação com o apoio à CPI da Lava Toga.

As declarações da senadora são muito preocupantes e merecem rigorosa apuração, pois podem configurar gravíssimos crimes de altas “autoridades” da República.

O ímpeto delituoso da Cleptocracia parece não ter fim.

A Central Única da Corrupção é muito unida quando se trata de agir fora da lei e garantir a impunidade de seus membros.

Mas a Cidadania tem meios de reagir. E uma dessas ferramentas é a CPI da Lava Toga, que deixa Brasília sem dormir. Por isso, o grupo "Muda, Senado!", que já conquistou 27 assinaturas para instaurar a CPI, merece todo o nosso apoio. Dia 25, todos na Praça dos Três Poderes em Brasília.

Comentários