Lava Toga, Nando e tretas: a complexidade da política e seus experts (veja o vídeo)

Se você não confia no Senado, por que confiaria no resultado de uma CPI no Senado contra o STF que pode livrar a barra dos senadores?

Uma CPI Lava Toga amplia a negociação entre políticos e magistrados. Isso pode prejudicar um safado ou outro, mas a maioria dará um jeito de tirar proveito - são experts nisso. Se ela gera algo bom ao País, isso tem que ser muito bem calculado para o custo não ser maior que o benefício.

Se o Flavio Bolsonaro “é covarde” e está "de rabo preso”, ou se o Allan dos Santos “se vendeu” (como diz Nando Moura), isso é uma discussão de segunda ordem. Prender Flávio Bolsonaro - caso seja culpado - não é o que muda o Brasil.

O que muda é fazer as reformas, restaurar a cultura e derrotar a esquerda que sistematicamente investe em atacar as bases da sociedade. E isso não é apoio cego a Bolsonaro. É ter senso de prioridade e dedicar mais energia ao que é mais importante.

Depois das brigas entre pessoas que são referência na direita, o tema de hoje é complexo, mas acho que vocês vão gostar ou, pelo menos, ouvirão um ponto de vista a mais.

Acompanhando bastidores da política há cerca de 30 anos, e uma coisa posso afirmar: fazer política é mais complexo do que gravar vídeos para o youtube, pois políticos são experts em converter demandas populares em favor deles próprios.

Saiba mais no vídeo:

Herbert Passos Neto

Jornalista. Analista e ativista político.

Comentários