Glauber Braga se dá mal e será processado no Conselho de Ética por chamar Moro de "juiz ladrão"

O Partido Social Liberal (PSL) solicitou um processo ético contra o deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) por ter chamado o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, de "juiz ladrão".

Nesta quarta-feira (18), o Conselho de Ética da Câmara deverá instaurar o processo.

“O representado escolheu fugir do debate, quebrando suas regras e invadindo o domínio da pura violência moral, em fase da qual não há respostas racionais, mas a simples escolha entre o silêncio e a contraofensiva”, diz trecho da representação.

A falta de decoro do parlamentar ocorreu quando Moro participou da Comissão de Constituição e Justiça, em julho deste ano, para dar explicações sobre as supostas mensagens vazadas atribuídas a ele pelo site pirata The Intercept e pelo gangster travestido de jornalista Glenn Greenwald.

da Redação

Comentários