Um presidente que "não entende de economia", cujo governo já fez muito pela economia do país

Ele não deu continuidade à farra do BNDES e o banco lucrou 13,5 BILHÕES, no primeiro semestre.

Ele não usou a Caixa Econômica para maquiar crise financeira e o lucro líquido aumentou 22,2%, em comparação ao mesmo período de 2018.

Ele não favoreceu construtoras amigas, mas o povo. Aumentou em 142% os rapasses para o Minha Casa Minha Vida e a taxa do crédito imobiliário se aproxima da menor da história.

Ele não roubou a Petrobrás e a Estatal apresentou lucro recorde de 18,8 BILHÕES. O Maior resultado já atingido por uma empresa com ações na Bovespa.

Ele não sufocou os empreendedores e quase 500 mil vagas de emprego foram criadas.

Ele não negociou com amiguinhos ditadores de republiquetas e o superávit da Balança Comercial foi de 2,93 BILHÕES.

Ele não estrangulou o mercado e, só no mês de julho, o setor de máquinas e equipamentos cresceu 2,4% e a venda de veículos novos subiu 12%.

Ele não cria insegurança nos investidores. Assim, a taxa Selic despencou para 5,5% e o crescimento atingiu o mesmo patamar da China, ficando atrás somente dos EUA e Indonésia, na comparação global.

Ele não passou a mão na cabeça de vagabundo e os crimes violentos reduziram 22%.

Realmente, ELE NÃO.

Ele não entende de economia. Ele não fala nada pra agradar a imprensa. Ele não é politicamente correto. Ele não prioriza direitos humanos e minorias.

É absurdo um presidente deixar as Estatais terem lucro, permitir que o mercado respire, melhorar a segurança pública, captar investidores externos, cortar relações com ditadores socialistas e estreitar laços com os EUA.

Coisa de "Fascista"!

Saudades dos empresários falindo, da Petrobrás sendo usada de propinoduto, do BNDES financiando portos em Cuba e estradas na Venezuela, do governo perdoando dívidas do Zimbábue e ainda emprestando mais dinheiro.

Como vamos viver sem 60.000 homicídios e 14 milhões de desempregados? Estamos perdendo nossa identidade!

Não tem como apoiar. Só nos resta gritar: ELE NÃO! ELE NUNCA!

Nós seremos resistência!

"Os homens tropeçam por vezes na verdade, mas a maior parte torna a levantar-se e continua depressa o seu caminho, como se nada tivesse acontecido." (CHURCHILL, Winston)

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários