Bolsonaro deu show na ONU - Encantou o mundo e nocauteou a esquerda e a mídia canalha

O Brasil foi o primeiro país do mundo a aderir e reconhecer a Organização das Nações Unidas. Por isso, passou a ter o direito de abrir a Assembleia Geral anual.

E na edição deste ano, o Presidente Jair Bolsonaro se portou com a estatura de um grande estadista.

Abordou a defesa da soberania nacional e pôs o dedo no nariz do presidente Francês e dos seus coadjuvantes da Europa colonialista, deixando claro que a Amazônia tem dono e está bem administrada.

Expôs ao mundo as entranhas da esquerda latino-americana e sua estratégia de tomar o poder para dominar o continente, sem deixar de abordar o flagelo da corrupção e o combate implacável feito por Sérgio Moro aos corruptos.

Pôs à luz as estratégias do Foro de São Paulo e a nefasta influência da inteligência cubana no continente e seus reflexos de falência e destruição por onde passa.

Recolocou a posição do país no cenário geopolítico internacional, valorizando nosso histórico de cooperação com a pacificação mundial.

Se mostrou aberto às diferentes culturas e nações, mostrando não só o interesse, mas ações concretas de realinhamento diplomático com países amigos nos cinco continentes.

Se posicionou democraticamente em defesa das liberdades, sem contudo deixar de ser absolutamente contundente contra parte da mídia nacional e internacional que atuam com nítido viés ideológico em desfavor do Brasil.

Expôs ao mundo a sua sensibilidade com os povos indígenas, muitos deles colocados em reservas para viverem como se estivessem presos a cativeiros e sujeitos a tratamentos de isolamento desumano, sob os auspícios de ONGs - que na sua grande maioria lucram com essa política indigenista nefasta que transforma aldeias em jardins zoológicos de seres humanos.

Defendeu a liberdade religiosa e corajosamente denunciou a perseguição a missionários cristãos no mundo.

Finalmente, sem maquiagem, falou a verdade. E a verdade é libertadora. Com autoridade de um líder legítimo, transparente e sério, saiu do evento engrandecido e respeitado pelo mundo.

Deixou seus críticos, a esquerdalha e a mídia que lhe faz oposição sentadinhos no chão, sem voz e sem discurso.

Foi mais um baile!

Devemos ter orgulho do Presidente que junto à ONU, colocou o Brasil acima de tudo!

Assista ao vídeo:

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia.
@LCNemetz

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários