Por "medo", Gilmar faz uso do inquérito do STF e realiza busca e apreensão na casa de Janot

Após o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot revelar nesta semana que já cogitou invadir o Supremo Tribunal Federal com o objetivo de matar o ministro Gilmar Mendes, depois se suicidar, Gilmar solicitou, nesta sexta-feira (27), que Janot tenha seu porte de armas retirado, bem como seja impedido de entrar no STF.

Janot pensou em matar o ministro após Gilmar divulgar uma "história mentirosa" sobre sua filha. Segundo o ex-PGR, isso teria o "tirado do sério".

Gilmar realizou o pedido para Alexandre de Moraes, em inquérito que apura ofensas aos ministros da Corte.

A ordem de busca e apreensão foi deferida e a Polícia Federal já foi acionada para dar cumprimento.

da Redação

Comentários