Aras escolhe general para “abrir a caixa-preta da PGR” e levantar a atuação de antecessores

Os primeiros movimentos do novo Procurador-Geral da República, Augusto Aras, estão demonstrando a seriedade de seus objetivos a frente do cargo e, evidentemente, a escolha acertada do presidente Jair Bolsonaro.

Um general foi nomeado pelo novo PGR com uma missão específica: abrir a caixa-preta da PGR.

O general Roberto Severo será o Assessor Especial para Assuntos Estratégicos e terá como primeira missão o levantamento das ações dos antecessores de Augusto Aras a frente do órgão.

Uma outra indicação de Aras expõe claramente o perfil da nova PGR.

O procurador Ailton Benedito vai ocupar a Secretaria de Direitos Humanos do Ministério Público Federal.

No Twitter, Benedito confirmou a indicação e deu as diretrizes de sua atuação:

“Aceitei o convite de Augusto Aras para chefiar a Secretaria de Direitos Humanos da PGR. Balizas fundamentais: direitos à vida, à liberdade, à igualdade, à propriedade, à segurança. Artigo 5º da Constituição”

São novos tempos para o MPF...

Fonte: Correio Braziliense

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários