Indignado, ex-chefe da Lava Jato DESABAFA sobre STF: "Sinto como se cuspissem nessa nossa esperança"

Carlos Fernando dos Santos Lima , Procurador Aposentado e Ex-Chefe da Força Tarefa da Lava Jato, desabafou hoje sobre as recentes decisões do STF:

A Lava Jato não é do MPF , da PF, ou da 13a Vara Federal de Curitiba. Também não é do Paraná, Rio de Janeiro ou São Paulo. Muito menos a Lava Jato é Sérgio Moro, Deltan Dallagnol ou eu.
A operação Lava Jato é a revelação de como nós cidadãos somos enganados diariamente quando roubam parte do nosso suor, do nosso trabalho, pago em impostos excessivos e injustos.
Dizem que a Lava Jato abusou, mas o que eles chamam de abusos, repetidos por papagaios sem cérebro, é apenas a coragem de interpretar as leis e a Constituição de forma a atingir o desejo expresso por Ulisses Guimarães de "não roubar, não deixar roubar, e por na cadeia quem roube".
Violência sim, abuso sim, vemos diuturnamente no Congresso Nacional e no próprio STF, infelizmente.
Quando Gilmar Mendes fala o que quer, inimputável que se acha, o que se vê é um desprezo absoluto pela sociedade brasileira. Quando Toffoli fala, o que se vê é a desqualificação do processo de escolha para ministros do STF.
Estes dois comandam no Judiciário o grande acordo que envolve também o Congresso Nacional de mutilar a Lava Jato, de destruir o espírito do Ministério Público, de submeter juízes a vergonhoso procedimento de se verem ameaçados constantemente nos autos dos processos.
Esse país que desejam não é o da Constituição Federal. Cada decisão que tomam não é uma afronta à Lava Jato, mas a cada um de nós que luta para cumprir suas obrigações, pagar as suas contas e tentar dar aos filhos e netos um futuro melhor do que teve.
Está difícil, pois a cada momento me sinto como se cuspissem nessa nossa esperança.
Carlos Fernando dos Santos Lima
da Redação

Comentários