Dilma desafia delator e ele apresenta prova inédita e desmoralizante

O ex-diretor de serviços da Petrobras Renato Duque, em seu interrogatório a Justiça Federal do Paraná, fez uma acusação contundente a ex-presidente Dilma Rousseff.

Duque afirmou textualmente que a petista pediu pessoalmente a ele que continuasse operando para o PT na Petrobras, quando ele anunciou a saída da companhia.

Eis a afirmação de Duque:

“Eu saí da Petrobras porque eu quis. A própria Dilma pediu para eu continuar na Petrobras… Ela queria que eu continuasse na Petrobras para arrecadar dinheiro para eleição de 2012”.

A reação da ex-presidente foi extremamente raivosa, contundente e desafiadora.

Numa longa nota, Dilma, como faz com todos os seus acusadores, acusou Duque de “mentiroso”, disse que nunca manteve contato estreito com ele e o desafiou a apresentar provas.

Sem demora, em sua proposta para fechar uma delação definitiva com a força tarefa da Lava Jato, Duque anexou uma foto que demonstra claramente que ele e Dilma tiveram sim um relacionamento estreito.

A foto foi publicada pela Revista Veja, que noticiou o caso na coluna Radar.

É indubitavelmente uma imagem que destrói e desmoraliza a argumentação dispendida pela ex-presidente.

Foto extraída do processo, divulgada pela Veja
Foto extraída do processo, divulgada pela Veja

Fonte: Revista Veja

da Redação

Comentários