General Heleno perde a paciência e manda FHC "calar a boca"

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso segue palpitando. Justo ele, o grande responsável por inúmeras coisas erradas e espúrias que aconteceram e contaminaram o país.

FHC foi um desastre, em todos os sentidos.

Vaidoso, tenta transparecer superioridade e desanda a dizer asneiras, com frequência.

Neste sábado (5), ele comparou o que chamou de “violência do governo” com a “violência dos bandidos”, criticou a demissão de funcionários em áreas culturais e, pasmem, convocou a sociedade para protestar.

“A violência dos bandidos assim como as do governo preocupam. Armas nas mãos de bandidos ou de quem não sabe usá-las aumenta o medo. Demitir funcionários em áreas culturais por ideologia repete o desatino. Sem reação as democracias morrem. Há liberdade para protestar. Usemo-la”, postou FHC.

O general Augusto Heleno, indignado, reagiu:

“Por que no te callas.”

Na realidade, FHC é hoje um homem desmoralizado. O que ele fala não faz eco, ninguém ouve, não é levado a sério.

De qualquer forma, pelo que ele já representou e pelos cargos que ocupou, causa repulsa.

Dai, a reação do general.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários