Alexandre Garcia foi testemunha do episódio dos dólares na cueca e revela detalhes inéditos (Veja o Vídeo)

O caso envolvendo um assessor do deputado José Guimarães, ocorrido em 2005 no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, quando José Adalberto Vieira foi preso com 100 mil dólares na cueca, além de outros 209.000 reais guardados em uma maleta, foi presenciado por Alexandre Garcia, que, casualmente estava no aeroporto naquele dia.

O jornalista resolveu finalmente relatar o que assistiu e alguns detalhes do que conhece sobre o episódio.

A história e a forma como a dinheirama foi descoberta debaixo das vestes do assessor de “Capitão Cueca” é hilariante.

O deputado acabou sendo absolvido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), por falta de provas.

De qualquer forma, o relato isento de Alexandre Garcia dá a entender de que o dinheiro pertencia ao PT.

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários