As entrelinhas do encontro entre o prefeito e o gangster

Um encontro inusitado e casual, mas que tem grandes revelações em suas entrelinhas.
Nesta segunda-feira (7), o prefeito de Campo Grande (MS), Alcides Bernal, quando vistoriava obra na rua Rodolfo José Pinho, teve um encontro inesperado com João Amorim, o 'gangster', parceiro de André Puccinelli e Nelsinho Trad, financiador do 'golpe político' e responsável por diversas falcatruas contra a cidade, o mentor da greve fabricada de garis, que colocou literalmente a cidade no lixo, logo no início desta nova fase da gestão de Bernal, quando este conseguiu, através da via judicial, ser reconduzido ao cargo para o qual foi eleito.
O 'empresário' parou o carro ao lado do prefeito, abaixou o vidro e disse em relação a obra que estava sendo vistoriada: “o trabalho está sendo bem feito”. Em resposta Bernal agradeceu: “obrigado e bom dia”. Amorim continuou “Isso vai acabar muito mal”. “Isso é uma ameaça?", perguntou o prefeito. O empreiteiro alegou não ser uma ameaça, apenas uma afirmação. 
Amorim, em razão do golpe, já foi preso duas vezes. É um sujeito extremamente perigoso. Sua investida contra o prefeito, de forma ameaçadora, é a clara demonstração de que ainda tem crença na impunidade e na força do dinheiro.
Lívia Martins
Faça contato e envie denúncias para: liviamartins.jornaldacidade@gmail.com

                                   https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Foco MS