É o povo que deve ser o foco da segurança pública, e não o bandido! (Veja o vídeo)

Não é só de narrativas da grande mídia e das picuinhas do Congresso e do Senado que vive o país, felizmente!

O Governo Federal está agindo, a prova disto é que ocorreu redução nos índices de violência e recorde de apreensão de drogas, fenômeno nunca registrado durante o período Lulopetista, época em que a violência no Brasil foi disparando até se tornar insuportável.

Houve no primeiro semestre do ano queda nos números de homicídio (- 21%), latrocínio (- 23%) e roubo de veículo (- 27%), como explicou à TV JCO o especialista em segurança, Coronel Leonardo Sant’anna.

“Houve um desmonte de grandes facções criminosas, a partir do instante em que os chefes das facções foram retirados dos seus ambientes normais e levados para outros estados”, ressaltou o especialista.

Sant’anna também sugeriu soluções para a segurança pública. Segundo ele, o foco das ações deve ser o bem-estar da população honesta, e não só pensar em maneiras de melhorar a vida dos criminosos.

A política de segurança pública do antigo regime contribuiu para elevar o número de homicídios no Brasil a uma estatística alarmante: 65 mil mortes por ano, superando zonas de guerra.

“Temos que ter o cidadão como cliente principal. Parar de buscar apenas prisão, parar de buscar colocar apenas o bandido, o agressor social, como nosso foco principal e mostrar o que é melhor para o cidadão”, destacou Sant’anna.

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários