Bolsonaro é ovacionado e aclamado pelo povo, mas os safados da Globo escondem a verdade! (Veja o Vídeo)

Conforme se pode ver de vários vídeos que circulam nas redes sociais, o Presidente Jair Bolsonaro, mais uma vez, foi efusivamente aplaudido e aclamado pela população em dois eventos públicos dos quais participou no curso da semana que se encerra.

O primeiro deles aconteceu na formação de uma turma de Sargentos da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Só faltou ser carregado no colo.

Enquanto isso, o governador João Dória, o boneco de cera botocado, recebia xingamentos e vaias em seu próprio ambiente político. Paga o preço de ser um vaselina oportunista e aproveitador, que não engana mais ninguém!

A Globo editou as imagens e escondeu as vaias e a verdade da população. Sabem porque? Porquê Dória tem sido generoso com o caixa das empresas Globo.

De maneira idêntica o Presidente foi carinhosa e calorosamente recebido na Basílica de Nossa Senhora Aparecida, na tarde do dia 12 de outubro.

Quem viu os vídeos, não ficou com nenhuma dúvida. Em que pese o vigário do Santuário ser um esquerdista militante e ter aberto aquele Templo para apoiar seus correligionários, acabou passando a maior vergonha ante a multidão.

Prova de que a comunidade católica, a exemplo da esmagadora maioria dos Cristãos brasileiros apoiam Bolsonaro.

Para coroar a semana, o Presidente, de forma corajosa e coerente, enfrenta os caciques do seu partido, o PSL, que são verdadeiros vendilhões do templo.

Essas figuras, sem voto, sem prestígio, e sem importância, crédito ou autoridade, tentam “enquadrar” o Presidente.

Logo quem? Bolsonaro está certo em enfrentar essa corja e exigir retidão nas entranhas do Partido.

E se sair do PSL, o povo vai com ele. Embora a Globo não queira. Só rindo destes paspalhos.

O Presidente deveria aproveitar o excelente momento para promover o tensionamento popular e por um torniquete no Congresso e no Supremo, com implementação das medidas que a nação deseja, como a diminuição do número de Deputados e Senadores, a unificação do calendário eleitoral, a redução do número de Partidos.

Já no Supremo Tribunal Federal poderiam ser instituídos mecanismos que impedissem os Ministros de legislar, e até estabelecer mandatos para exercício do cargo e da função, sem falar no fim das mordomias e das ações nebulosas que rondam a Corte.

Com a força popular que tem, Bolsonaro reúne prestígio e poder político para pressionar Deputados e Senadores para essas reformas. Além do mais, tem uma base leal no Congresso, que poderia propor plebiscitos populares para fazer as reformas.

Queria ver quem viria contra a vontade soberana do povo!

Basta usar o artigo 14º da Constituição Federal.

Apesar da safadeza da imprensa, nunca tivemos um governo com uma base social tão sólida, tão atenta e tão participativa.

A exemplo do que fez o Presidente do Chile, a hora é de fazer história.

E, para fazer história, o líder que já tem forte apoio, precisa de coragem e iniciativa.

Chegou a hora!

Chama cadeia de rádio e televisão e põe o povo nas ruas.

A nação vai bater palmas!

E a esquerda e a turma das bandalheiras vão ouvir o nosso ronco!

Assista ao vídeo:

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia.
@LCNemetz

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários