Diretor de teatro afirma que artistas comemoraram facada em Jair Bolsonaro (veja o vídeo)

Em entrevista ao canal do Youtube Na Lata com Antonia Fontenelle, o dramaturgo e diretor do Centro de Artes Cênicas da Funarte, Roberto Alvim, declarou que ficou surpreendido quando seus colegas artistas de um espetáculo em São Paulo, comemoraram o atentado que Jair Bolsonaro sofreu em 2018, pelo ex-psolista Adélio Bispo.

Roberto conta que no dia da facada em Juiz de Fora, todo seu elenco e equipe técnica estava festejando e lamentando que o então candidato, líder em todas as pesquisas, não tinha morrido.

Nesse dia, o dramaturgo resolveu declarar sua solidariedade e apreço a Jair Bolsonaro, antes escondida, por medo de represálias de amigos, colegas de trabalho, familiares e público em geral.

A partir daí, Roberto conheceu a verdadeira "tolerância" da esquerda: ele não recebia mais apertos de mão, seu elenco não falava mais com ele, foi chamado de "fascista" na frente de seu filho de 8 anos, sofreu linchamentos virtuais, processos judiciais, perdeu oportunidades de trabalho, prêmios cancelados, entre outros absurdos.

Veja o trecho da entrevista abaixo:

Entrevista completa:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários