O recado de Gilmar para as Forças Armadas é lembrado: “Não aceitamos pressão” (Veja o Vídeo)

Um vídeo em que o ministro Gilmar Mendes, numa entrevista concedida em 2018, diz que o Supremo Tribunal Federal (STF) não aceita pressão da imprensa, nem das Forças Armadas, voltou a circular nas redes sociais.

Percebe-se que para o ministro, o STF é inatingível e intocável.

De fato, não existe qualquer órgão com poderes para fiscalizar o STF.

Inclusive, vale salientar, que o próprio Conselho Nacional de Justiça (CNJ) não tem competência sobre o Supremo e seus ministros. É considerado hierarquicamente inferior.

Ora, se ninguém fiscaliza e o poderoso ministro não aceita pressão, fica a sensação de que os 11 togados carregam uma imensidão de cheques em branco assinados pela sociedade.

Porém, essa atual composição do tribunal não tem feito jus a toda essa confiança.

Quem fiscaliza os fiscais?

Isso precisa mudar.

Veja o vídeo:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários