Delegado Waldir deixa escapar para “O Globo” o plano macabro contra Bolsonaro

Muita gente fala em ética, moral e luta contra a corrupção. Até figuras escabrosas, como Rodrigo Maia, Renan Calheiros e Davi Alcolumbre são capazes de entoar esse discurso. Evidente que tudo da boca pra fora. Mera encenação.

Lula, preso e condenado, beneficiário direto do saqueamento praticado contra a Petrobras - em seu governo e no governo de Dilma - jura inocência e se diz um homem honesto. Dilma sustenta ser uma mulher honrada. E assim por diante, dependesse dos discursos dos larápios, esse país estaria totalmente livre da corrupção.

A realidade é que quase toda a classe política está envolvida no lamaçal da propina e das falcatruas.

O que ninguém dessa imensa turma e inúmeras quadrilhas esperava é que o zelo pela coisa pública, a repulsa ao “toma lá dá cá” e o fim das polpudas verbas com publicidade, fossem realmente ser levados a sério pelo atual governo.

E isso tem evidentemente causado um descontentamento enorme em quase toda a classe política, incluindo nesse rol integrantes do próprio partido do presidente. Dai a crise no PSL.

A rigor, a movimentação nos bastidores contra Bolsonaro vem sendo tramada há muito tempo.

Querem arrumar uma maneira de afastá-lo. Tentaram pegá-lo na questão do caixa 2. Não deu certo.

Agora, em entrevista para o jornal O Globo, o infame delegado Waldir deu a pista para uma nova investida.

Veja abaixo:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários