Débil, Frota ataca o Jornal da Cidade Online e o colunista, mas ninguém lhe dá ouvidos

Não acompanho o Alexandre Frota em nenhuma rede social, não por raiva, mas simplesmente porque não acredito que ele tenha algo para dizer que possa me interessar. Então recebi com certa surpresa a mensagem de um amigo dizendo que o Frota havia me mencionado no Twitter.

E como não sou diretor de filme pornô, descartei a possibilidade dele estar atrás de emprego para quando seu atual mandato acabar.

Ao começar a ler o tweet dele, logo imaginei que me pediria aulas de português (Frota não foi apresentado à vírgula). No entanto, a intenção de Frota era outra, ainda mais nobre: me ajudar a ganhar seguidores.

Nosso ex-ator pornô e ex-fã número um de Bolsonaro acreditou que me ajudaria a ganhar seguidores ao me xingar em seu twitter. Algo que ele descreveu como "me dar uma moral". Frota acredita que é uma figura importante no meio político, logo um tweet seu serviria para popularizar o alvo.

Pois bem, Frota vai sim me conseguir seguidores, mas não porque me xingou e sim porque escancarou para todo mundo ver que, minha análise sobre ele estava 100% correta.

Escrevi no Jornal da Cidade Online que o agora deputado, ao atacar Bolsonaro, perderia o apoio e a influência política que tinha. Justamente porque, quem votou nele, votou confiando que ele seria um apoiador do projeto de governo conservador que deu 57 milhões de votos ao Bolsonaro. Frota não entende isso, ele acredita piamente que tem brilho próprio no meio político. Um brilho grande o suficiente para derrubar o presidente. Ao se prestar a esse papel, quebrou a confiança de quem votou nele.

Entendo que Frota se ache importante, afinal, agora tudo que ele fala recebe atenção da mídia. Provavelmente deve pensar que está despontando como uma liderança política. Não consegue perceber que a mídia dá atenção para TODOS que se dispuserem a atacar Bolsonaro, seja quem for. Um ex-aliado então, recebe ainda mais espaço.

A mesma mídia que tratava Frota como um maluco quando ele se alinhou a Bolsonaro para se eleger, agora trata ele como um ser sensato que fez uma auto-crítica. Frota foi aceito no clubinho midiático anti-Bolsonaro e se encantou. Irão descartá-lo tão logo ele não tenha mais serventia.

Reafirmo, Alexandre Frota não é influente e superestima sua importância. Prova disso é que, para ele me devolver a atenção que dei a ele, precisaria aumentar em umas 100 vezes seu número de likes.

O Brasil depende da opinião do Alexandre Frota, igual Bolsonaro dependeu do apoio do Frota para se eleger.

Filipe G. Martins, Taiguara Fernandes de Sousa, Luís Roberto, onde eu pego meu crachá de miliciano virtual? Pagam hora extra?

Frederico Rodrigues

Analista Político e Membro da Direita Goiás.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários