Carvalhosa alerta: a depender do STF e Congresso, teremos a proclamação do Estado Democrático do CRIME

Nesta segunda-feira (21), o jurista Modesto Carvalhosa publicou através de suas redes sociais uma comparação entre Brasil e México sobre a situação delicada que se encontra a segurança pública e a corrupção de ambas as nações. Carvalhosa destacou a possibilidade de aumentar ainda mais a impunidade a bandidos em terras tupiniquins.

Veja a publicação:

"O governo dos bandidos, no México e no Brasil.

A tragédia do México, governado pelos corruptos e narcotraficantes, foi dramaticamente exposta nesta semana, quando o Presidente da República, Manuel Lopes Obrador, revogou a prisão do filho de El Chapo para evitar o banho de sangue decretado pelo cartel.

O nosso STF, juntamente com o Congresso, trabalha firmemente para impor esse regime também em nosso país.

Teremos em breve, com a prisão dos bandidos somente “após” o trânsito em julgado, a proclamação do nosso Estado Democrático do Crime, na medida em que o Chefe do Supremo declarou que todos os bandidos serão beneficiados com a impunidade plena, não apenas os corruptos.

O trancamento das investigações do Coaf, Receita e Polícia Federal, a anulação das condenações dos corruptos delatados, a profusão de habeas corpus a favor dos assaltantes dos cofres públicos, a lei de abuso de autoridade, a apropriação pelos partidos de 3 bilhões dos nossos impostos, através da “mini reforma” eleitoral, serão agora completados pela prisão dos criminosos só “depois” do transito em julgado.

Está completo o quadro de destruição do nosso regime penal e instauração da corrupção legalizada e da impunidade “constitucionalmente” assegurada pelo nosso Pretório Excelso.

O povo brasileiro não pode aceitar esse destino."

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários