Maduro: O lacaio de Cuba late muito e não morde nada

Cão que late…

Limitado e arrogante, Maduro conta vantagem sobre o famigerado Foro de São Paulo.

Maduro pensa como um fanfarrão.

Maduro se veste como um fanfarrão.

Maduro discursa como um fanfarrão.

Em tudo, Nicolás Maduro é um fanfarrão.

Feito aqueles sujeitos que são valentões dentro de casa, espancam mulher e filhos, e na rua são cordeirinhos e capachos.

Ou feito ditadores gorduchos como Kim Jong-un, da Coreia do Norte, que ameaça meio mundo com seus poderosos foguetes e depois arrega quando Trump avisa que vai mandar um foguetinho made in USA bem no meio de sua testa larga.

Maduro, que não passa de um lacaio da ditadura cubana e ex motorista de ônibus de periferia (dizem as más línguas que traz também em seu bolivariano curriculum o fato de ser gay meio enrustido) pretende ser o que nunca foi, o presidente de um país.

Limitado e arrogante, conta vantagem sobre o famigerado Foro de São Paulo.Em discurso -se é que se pode chamar assim- no Primeiro Congresso Internacional de Las Comunas no último sábado, ele elogia a atuação do Foro de São Paulo e enfatiza:

“Devemos continuar. Estamos indo melhor do que pensávamos.”

Maduro, sub-repticiamente, se refere aos protestos violentos que ocorrem no Chile, Equador e Colômbia.

De que se orgulha Maduro?

Da violência crescente nas ruas de Santiago que já matou 19 pessoas até agora e levou centenas para a cadeia?

Ou da esquerda estar conseguindo promover o caos desestabilizando um governo com o único e pobreta argumento que tem, a violência?

Ou a paralisação do Equador, que sofre há mais de dez dias uma onda de violência sem precedentes, forçando o governo a decretar estado de exceção em 3 de outubro, lutando contra ‘manifestantes’ encapuzados -lembram dos black blocs do PT?- que incendeiam e saqueiam edifícios públicos como o da Controladoria do Equador?

Ou da vergonhosa eleição fraudada que ocorre agora na Bolívia, mantendo o poder do cocaleiro Evo Morales, gerando indignação e protestos de todo mundo e até um comunicado conjunto do Brasil, EUA, Argentina e da Colômbia insistindo na realização de segundo turno?

O narco ditador, em seus arroubos de poder - que não tem - parece muito aquele cão do provérbio brasileiro que, valente, late muito para o carro que passa, e corre atrás dele com fúria.

Entretanto, quando o carro para, não sabe o que fazer e acaba fugindo assustado.

Por falar nisso, Bolsonaro já mandou um recado claro, de fora do Brasil: não vai permitir que a bandalheira aconteça no Brasil e o exército agirá se necessário.

O carro acaba de parar pra Maduro.

Não sei se o provérbio do cão que late existe no que resta da pobre Venezuela.

Mas, se existir, descreve Maduro com exatidão.

O lacaio de Cuba late muito e não morde nada.

Só é valente com seu próprio povo, a quem trucida, assassina e prende, além de condenar o país à miséria, ao atraso e à escravidão.

Em resumo, Maduro é bolivariano, e se orgulha disso.

Estranha honra, a dos socialistas e comunistas.

Marco Angeli Full

https://www.marcoangeli.com.br

Artista plástico, publicitário e diretor de criação.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários