Daniel Silveira, o polêmico deputado que flagrou o Delegado Waldir ameaçando “implodir Bolsonaro” (veja o vídeo)

Daniel Silveira é o verdadeiro terror do PSOL e da extrema esquerda comunista, um gladiador em defesa do atual governo. Recentemente, ele se infiltrou na reunião da bancada do PSL, e flagrou o ex-líder do partido, Delegado Waldir, chamando Bolsonaro de “vagabundo” e ameaçando “implodir o presidente”.

“Nós estávamos reunidos com o presidente, e percebemos que ele estava sendo gravado, por uma ligação do outro lado, e partimos para a outra reunião, para ter um contraponto e ajudar a blindar e talvez até proteger o presidente em caso de alguma narrativa gerada”, revelou o deputado do PSL-RJ, em entrevista exclusiva à TV Jornal da Cidade Online.

Em outro episódio recente, o parlamentar esteve no Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro, e afirmou que realmente havia traços de doutrinação ideológica na escola.

“Feminismo, antagonismo social, palavras no cunho de prazer... filmamos, fotografamos e vamos levar ao Ministério da Educação sim, para mostrar que as crianças não devem ser doutrinadas”, ressaltou.

Daniel Silveira foi acusado de ter quebrado uma placa em homenagem à vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018, mas ele explicou de uma vez por todas o que aconteceu.

“Eu não me arrependo porque eu não quebrei a placa, o que eu fiz foi arrancar uma placa falsa, colada de forma ilegal e sem permissão da prefeitura, na Praça Floriano Peixoto, na Cinelândia (RJ). Ou seja, queriam marcar território de maneira ofensiva, e assim não tem como”, disse o deputado.

Em outubro deste ano, a Procuradoria-Geral da República afirmou em denúncia enviada ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) que o político Domingos Brazão "arquitetou o homicídio da vereadora Marielle Franco e visando manter-se impune, esquematizou a difusão de notícia falsa sobre os responsáveis pelo homicídio”.

Veja a entrevista com o deputado:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários