Folha faz alarde e alarma advogados sobre eventual voto de Toffoli: “Lula não sai”

Toffoli declarou que ainda não tomou decisão sobre o seu voto na questão da prisão em 2ª instância.

Tido como “marionete” de Gilmar Mendes, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) talvez esteja querendo se desvencilhar desta pecha.

A possibilidade tem causado verdadeiro alvoroço entre os advogados que atuam para derrubar a prisão em 2ª instância.

O “alerta” é de Mônica Bergamo, a quem Lula trata como “minha jornalista”.

Eis a nota publicada na Folha de S.Paulo:

ALERTA 
Advogados que atuam nas ações para derrubar a prisão depois de condenação em segunda instância passaram a temer o voto do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli.
DEGRAU 
Eles começaram a debater a possibilidade de Toffoli insistir na proposta de que a pessoa poderia ser presa depois de condenada no STJ (Superior Tribunal de Justiça), uma instância superior mas abaixo do STF.
ONDE ESTÁ 
Se a tese prevalecer, o ex-presidente Lula, por exemplo, não sai da prisão.
POR INTEIRO 
Ministros garantistas do Supremo, no entanto, estão seguros de que Toffoli se alinhará sem condicionantes ao voto do relator, Marco Aurélio Mello, que derruba a segunda instância.

Seguro morreu de velho...

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários