Governo proíbe a pesca de lagosta e camarões no Nordeste

O Ministério da Agricultura proibiu a pesca de lagosta e camarão em áreas atingidas pelo vazamento de óleo no Nordeste.

A medida é preocupante para os ministros do STF: onde Toffoli vai, agora, comprar lagostas e camarões gigantes?

Já não bastasse os danos ambientais do vazamento de petróleo bolivariano, já não bastasse o peronismo de volta ao poder na Argentina, vem agora esta medida restritiva para os nobres componentes do nosso Excelso Pretório.

Como poderão os ministros do STF dedicarem-se com afinco à destruição do Estado Democrático de Direito e à montagem do Estado Cleptocrático de Direito? (Sim, de Direito, porque será parte do nosso arcabouço jurídico, ou não estaria sendo construído por uma Corte de Justiça.)

Tanto suor, tantas lágrimas, tanta consideração para com os nossos preclaros bandidos de colarinho branco sem a compensação das preciosas lagostas e dos magníficos camarões gigantes?

Impossível de se imaginar!

Assim não dá, assim não é possível, diria FHC, solidário aos nossos togados presidenciais ínfimos.

Que sejam importadas pelo menos lagostas do Maine, estado norte-americano rico no crustáceo.

O que não pode acontecer, o que é inimaginável e vermos nossos togados ínfimos sem as fundamentais lagostas.

José J. de Espíndola

Engenheiro Mecânico pela UFRGS. Mestre em Ciências em Engenharia pela PUC-Rio. Doutor (Ph.D.) pelo Institute of Sound and Vibration Research (ISVR) da Universidade de Southampton, Inglaterra. Doutor Honoris Causa da UFPR. Membro Emérito do Comitê de Dinâmica da ABCM. Detentor do Prêmio Engenharia Mecânica Brasileira da ABCM. Detentor da Medalha de Reconhecimento da UFSC por Ação Pioneira na Construção da Pós-graduação. Detentor da Medalha João David Ferreira Lima, concedida pela Câmara Municipal de Florianópolis. Criador da área de Vibrações e Acústica do Programa de Pós-Graduação em engenharia Mecânica. Idealizador e criador do LVA, Laboratório de Vibrações e Acústica da UFSC. Professor Titular da UFSC, Departamento de Engenharia Mecânica, aposentado.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários