Salles sobre suspensão: ‘Quem não reza cartilha do Amoêdo é boicotado’ (veja o vídeo)

Nesta sexta-feira (1º), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, participou do programa Pânico da Jovem Pan e declarou que o partido Novo, o qual era filiado para ser candidato a deputado no ano passado, é regido sob uma "cartilha" de João Amoêdo.

“Quem não reza cartilha do [João] Amoêdo é boicotado. (…) O Novo tem bons princípios e boas regras no sentido de moralizar a vida partidária, isso é positivo e foi um dos motivos pelo qual me filiei para ser candidato a deputado no ano passado.”

A representação que deu origem à suspensão afirma que o ministro vem “desdenhando de dados científicos”, “revogando políticas públicas sem qualquer debate prévio” e “atuando com absoluta irresponsabilidade” . O texto diz ainda que a conduta de Salles à frente da pasta é contrária à agenda do partido na área ambiental.

Apesar do partido ter informado nesta semana a suspensão em caráter liminar da filiação de Salles, o então ministro, vestido com uma camiseta do partido, diz ainda defender as ideias do partido.

“Estou com a camisa para mostrar que sou um membro do Novo. Fiz campanha e defendo as ideias do Novo, o partido tem deputados excelentes, tem bancadas não só no nível federal, mas nos estados com gente de altíssimo nível, bem preparadas, há um alinhamento todo nesse sentido”, Salles fez questão de esclarecer.

Confira trecho da entrevista:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários