Grupo de Puebla: a esquerda radical que se veste de progressista e quer derrubar Bolsonaro (veja o vídeo)

Entenda a nova organização da esquerda radical da América Latina e a relação com a estratégia para retomar o poder.

Desde 1990, os principais líderes da esquerda radical da América Latina se reúnem no Foro de São Paulo, fórum criado por Lula e Fidel Castro para fazer frente ao que elas chamam de "neoliberalismo".

Por ao menos duas décadas, essa organização contou com apoio da mídia que jamais permitiu ao público ter a exata noção do que se tratava.

Agora, quando não há mais como esconder a relação da esquerda com protestos violentos e crime organizado, os líderes vestem uma roupagem nova, com cara de progressista: o Grupo de Puebla, que congrega as mesmas correntes ideológicas, os mesmos líderes e suas dinastias, com os mesmos objetivos: conquistar o poder e submeter a população a um projeto de viés socialista.Esse plano, no entanto, passa pela derrubada urgente de Jair Bolsonaro.

Confira os comentários da bancada do programa Hora Conservadora, transmitido ao vivo às quintas-feiras das 20 às 21 horas pela Rádio Litoral 91.7 FM Santos (SP).

Herbert Passos Neto

Jornalista. Analista e ativista político.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários