Cabo do Bope, parceiro de traficantes, é preso ao chegar de férias que curtia em Miami

A Operação Black Evil, deflagrada na manhã de sexta-feira (11) pela Polícia Militar e pelo Ministério Público, concluiu na manhã desta segunda-feira (14) a prisão dos policiais acusados de envolvimento com traficantes.

De acordo com o Ministério Público, existia uma relação de subserviência de policiais do Bope com traficantes, manchando lamentavelmente a reputação da corporação.

O cabo Rodrigo Meleipe Vermelho Reis, foi preso na manhã desta segunda-feira no Aeroporto Internacional Tom Jobim ao chegar de Miami. 

Além de Rodrigo, já haviam sido presos o terceiro-sargento André Silva de Oliveira, os cabos André da Silva Felizardo e Maicon Ricardo Alves da Costa, o soldado Raphael Canthé dos Santos e o sargento Rodrigo Pimentel da Silva.

O grupo é acusado de vender informações sobre operações policiais a traficantes de pelo menos nove comunidades do Rio e de Duque de Caxias.

O nome da Operação Black Evil (mal negro, em inglês) é uma alusão à cor do principal uniforme Bope.

Os envolvidos foram denunciados pelos crimes de corrupção passiva e quebra de sigilo funcional.

O cabo Meleipe, que chegou hoje (14) das férias em Miami, era o responsável pelo recolhimento semanal do suborno, que variava entre R$ 2 mil e R$ 10 mil por semana, de acordo com o tamanho e importância da comunidade.

                                       https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Comentários

Leia mais...