Nordeste manchado com o óleo do ditador Maduro! Quem vai pagar por isso? (veja o vídeo)

A equipe da TV Jornal da Cidade Online esteve no litoral da Bahia, registrando imagens exclusivas do estrago que o derramamento de óleo está causando nas praias e na vida da população local. Turismo afetado, parte da natureza destruída, trabalhadores que perderam seu sustento... Quem vai pagar por isso?

Em depoimentos emocionantes, pescadores e voluntários revelam a dificuldade de fazer a limpeza dos resíduos, muitas vezes por conta própria, sem ajuda das autoridades, expondo-se a graves riscos de contaminação.

Em nota oficial, a Fiocruz alertou para o perigo que o óleo pode causar à saúde: O óleo vazado (petróleo) é formado por uma mistura complexa de hidrocarbonetos - um composto químico constituído por átomos de carbono e de hidrogênio, associada a pequenas quantidades de nitrogênio, enxofre e oxigênio. O petróleo se apresenta na natureza sob forma gasosa, líquida ou sólida. Entre os hidrocarbonetos, está o benzeno, que é cancerígeno. A contaminação pelas substâncias tóxicas pode ocorrer por sua ingestão, inalação ou absorção pela pele.

A exposição a esses produtos poderá provocar irritações na pele, rash cutâneo, queimação e inchaço; sintomas respiratórios, cefaleia e náusea; dores abdominais, vômito e diarreia. O efeito mais temido de longo prazo é a ocorrência de câncer, em especial alguns tipos de leucemia. Os pesquisadores da Fiocruz alertam que a exposição a esse produto deve ser reduzida ao mínimo. Quem chegar perto deve usar roupas protetoras e depois descartá-las de forma adequada.

O que está realmente acontecendo? Por que ainda não foi declarada situação de emergência? Quem vai se responsabilizar pela saúde dessas pessoas? Que medidas estão sendo tomadas para minimizar os efeitos desse desastre? O ditador Maduro e seus amiguinhos do Foro de São Paulo vão pagar pelo que está acontecendo?

O senador Kajuru, em recente entrevista concedida à TV Jornal da Cidade Online, ressaltou a necessidade de realização de uma CPI para apurar o caso.

Não queremos frases feitas, nem justificativas. O mínimo que o povo brasileiro precisa agora é de explicações, ação e apoio.

Veja o vídeo:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários