Denúncia contra filhos e noras de Bumlai pode ser o caminho para a delação premiada

A situação do empresário José Carlos Bumlai é cada dia pior e mais complicada. 
Nesta segunda-feira (4) ele foi denunciado pelo Ministério Público Federal, sob acusação dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e gestão fraudulenta.
Além de Bumlai foram denunciados mais dez. O problema é que entre esses dez, estão o filho Maurício Bumlai e a nora, Cristiane Dódero Bumlai, filha de tradicionalíssima família de Mato Grosso do Sul.
A situação pode se tornar ainda mais agonizante, se em novas denúncias a serem oferecidas em outros inquéritos que ainda tramitam no âmbito da Polícia Federal, o outro filho de Bumlai - Fernando - também for denunciado. Este é casado com a filha do suplente de Delcídio do Amaral, que deverá brevemente assumir o posto, diante da iminente cassação do titular.
De acordo com as investigações, o grupo desviou R$ 18 milhões para abastecer os cofres do PT. Os procuradores também pediram reparação por danos causados à Petrobras de R$ 53,5 milhões.
Bumlai está preso em Curitiba desde 24 de novembro de 2015. Segundo as investigações, ele ajudou fechar um contrato sem licitação com a Petrobras no valor de R$ 1,3 bilhão para a operação de um navio-sonda operado pela Schahin Engenharia.
Veja a relação de todos os denunciados pelo MPF:
- José Carlos Bumlai (empresário)
- Maurício de Barros Bumlai (filho de Bumlai)
- Cristiane Barbosa Bumlai (nora de Bumlai)
- Salim Taufic Schahin (executivo da Schahin)
- Milton Taufic Schain (executivo da Schahin)
- Fernando Schahin (executivo da Schahin)
- Nestor Cerveró (ex-diretor da Petrobras)
- Jorge Zelada  (ex-diretor da Petrobras)
- Eduardo Musa (ex-gerente da Petrobras)
- João Vaccari Neto (ex-tesoureiro do PT)
- Fernando Soares (lobista)
O comportamento de Bumlai na cadeia tem despertado enorme curiosidade. Ele permanece sempre bem vestido, barbeado e rezando. Católico praticante e devoto de Santo Antônio, ele não se separa da Bíblia. Haja fé... 


                                         https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política