Evo renuncia ao cargo, após safadeza detectada nas eleições

Ler na área do assinante

Finalmente a Bolívia se livra de Evo Morales.

O bolivariano acaba de renunciar ao cargo.

As Forças Armadas determinaram que ele deixasse o cargo.

O comandante-chefe das Forças Armadas da Bolívia, general Williams Kaliman, pediu a Morales que renunciasse, em meio a protestos por sua questionada reeleição na votação de 20 de outubro, nas quais a OEA (Organização de Estados Americanos) constatou irregularidades.

Evo já deixou o país. Há rumores de que ele tenha ido para a Argentina.

da Redação
Ler comentários e comentar