Não é estratégico desmotivar a tropa no meio de uma guerra em razão de uma batalha perdida

Não atrapalhe!

Tem pessoas - grupos e páginas- que querem o fim da corrupção e punição dos ladrões, que ao invés de verem, divulgarem e propagarem os milhões de brasileiros que foram às ruas no sábado (9) protestar contra o STF, preferem postar notas e comentários pessimistas sobre o Brasil.

Divulgam os atos da minoria. Como se isso fosse fortalecer a maioria.

Ao invés de enaltecer os bons, tentam propagar o desânimo, o inconformismo, sofrendo por uma derrota que na prática não existe!

A esquerda está em frangalhos. Seus líderes condenados. Sem moral. Sem poder. Sem projetos. Sem propostas. Sem apoio popular consistente, que não de uma horda de marginais. Sustentada por uma corja de 6 ministros que não tem nem a confiança nem a segurança do povo brasileiro!

Alguns que vão deixar a corte em um ano.

Não é hora de mostrar fraqueza. Pois não há fraqueza. Há uma minoria tentando desesperadamente sobreviver.

Não é tático ficar choramingando e reproduzindo o que essa minoria de esquerda faz.

Xingar o Brasil em razão dessa minoria é uma grande burrice.

Olhem para trás e vejam o quanto já evoluímos.

Não é estratégico desmotivar a tropa no meio de uma guerra em razão de uma batalha perdida.

Já pensou desistir de um jogo de final bem no começo por ter levado um gol? E ao invés de motivar o time, induzi-lo a pensar que o jogo acabou?

A hora é de mostrar firmeza. Coerência. Unidade.

Não quer lutar? Fica em casa! Tá com medo? Vá rezar (que ajuda muito).

Posta nossas virtudes, não as ações isoladas dos adversários, querendo fazer crer que eles são mais fortes do que realmente são.

Deixe que a esquerda já solta foguetes que chega. Mas, fogos são fogos. Sobem, explodem, brilham. Depois desaparecem.

Com todo o respeito, se você quer um Brasil melhor, não se meta a assobiar como uma anta, nem a zoar como um burro.

Deixe isso para a esquerda!

Não atrapalhe o Brasil.

Soldado cagão e voluntarioso mata o companheiro com um tiro nas costas, por confundi-lo com um inimigo!

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia.
@LCNemetz

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários