Delação de Marcos Valério volta a ser cogitada diante das revelações de Bumlai

Uma possível delação premiada do empresário Marcos Valério pode reacender com furor o caso ‘Celso Daniel’.


Condenado a 38 anos de prisão por ser o operador financeiro do mensalão, Valério quer falar, mas quer ter algum benefício.

Diante da confirmação pelo pecuarista José Carlos Bumlai, de que realmente tomou um empréstimo de 12 milhões de reais no Banco Schahin para honrar compromissos financeiros do partido durante o primeiro governo Lula, a versão de Marcos Valério voltou a ser cogitada e ter importância para elucidação dos fatos.

O dinheiro teria sido usado também como uma espécie de ‘cala a boca’ junto ao empresário Ronan Maria Pinto, que na época do 1º governo de Lula, estaria chantageando e ameaçando implicar Lula, Gilberto Carvalho e José Dirceu na morte do ex-prefeito de Santo André.

O caso é nebuloso e temido. É um mistério que Valério pode ajudar a desvendar.

"Meu cliente quer colaborar, desde que haja algum benefício. Se for proposto um acordo de delação premiada, ele está disposto, com certeza", diz o advogado Marcelo Leonardo, que defende o mensaleiro.

       https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política