Gilmar ignora manifestações e prossegue em sua cruzada para "limpar" Lula

O ministro Gilmar Mendes tenta dar mostras de que não se importou com a ida de milhões de ‘robôs’ às ruas, pedindo o seu impeachment.

Na realidade, a ‘guerra’ está estabelecida e tudo indica que a estratégia do ministro é mesmo ‘limpar’ Lula.

Diz o site UOL:

“Em entrevista ao jornal argentino Clarín, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes afirmou que espera julgar ainda neste ano o recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) contra as condenações impostas ao petista na Lava Jato pelo então juiz federal Sergio Moro.
A defesa de Lula acusa Moro, hoje ministro da Justiça, de ter atuado sem a imparcialidade exigida dos juízes. Os advogados do petista pediram que o STF leve em consideração as mensagens entre Moro e procuradores da força-tarefa da Lava Jato reveladas pelo site The Intercept Brasil.”

Gilmar disse o seguinte: "É importante que [o recurso de Lula] seja analisado. Certamente o que surgirá no debate é se as razões que estão ali [expostas] são suficientes ou se vamos poder usar aquilo que está nas informações do The Intercept", disse o ministro. "Espero que seja ainda neste ano".

O pano de fundo de tudo isso é acabar com a Lava Jato. O interesse maior do ministro não é o PT ou Lula, mas sim o PSDB e Aécio, além do MDB e Temer, que serão diretamente beneficiados com uma decisão favorável ao meliante Lula.

Fonte: UOL

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários