As batatas de Dias Toffoli e Gilmar Mendes estão assando em fogo alto (veja o vídeo)

Não é mais possível ignorar os detalhes claros e os subliminares do cenário político brasileiro.

O Governo do Presidente Jair Bolsonaro apresentando resultados magníficos no âmbito das relações exteriores e êxitos no ambiente interno.

Da reforma da previdência à queda na taxa de juros.

Do destravamento da economia à volta da ética na condução da gestão pública.

Da queda do desemprego aos acordos diplomáticos e comerciais internacionais.

De outro lado, dia a dia, estamos nos livrando do fantasma que sempre foi maior do que realmente é, que é a liberdade do criminoso marginal, condenado como ladrão e corrupto e muitos da sua gangue.

Aquele que se nos parecia ser uma grande figura, na real, se tornou uma sombra do que já foi. Já não ameaça mais ninguém.

Sem credibilidade, sem prestígio, inconfiável, o larápio já não ilude mais ninguém que não uma diminuta horda de fanáticos que integram o seu bando.

O lampião do século XXI se transformou num perfume da "Tabu", que perdeu o fixador. Pólvora velha. Por onde passa é rejeitado. Não agrega mais ninguém. Suas bravatas ilusionistas não atraem e nem encantam.

Já passou para a história como uma figura desprezível, indigna, indecorosa. Um simples patife.

Mas, é importante nos fixarmos nas entrelinhas deste processo sociológico.

O país sofreu um golpe de 6 ministros do Supremo Tribunal Federal que, em seguidas manobras casuísticas, tem feito de tudo para proteger sua turma contrariando imensas multidões que se expressam e lutam por um país melhor, digno, honrado, livre dos corruptos e corruptores.

Esses ministros, liderados por Dias Toffoli e Gilmar Mendes, não perdem por esperar.

A reação está viva, acessa, e dia a dia, ganha imensa capilaridade e adesão.

Os sinais já são visíveis. Tanto nas massas que enchem as praças e avenidas de milhares de cidades do país para protestar, como nas redes sociais, nos círculos da sociedade civil organizada e nas instituições.

O próprio Poder Judiciário, integrado por milhares e milhares de Juízes e Juízas honrados e decentes, ainda que com extrema demora, disciplina de Jó e folego de gato, começa a se posicionar para digerir e defecar essas excrescências.

O Congresso Nacional dá mostras de perceber e acatar, com sensibilidade política e com ânimo da sobrevivência eleitoral, o desejo da Nação.

Não vai tardar para que, repetindo o que acontece na natureza, a própria alcateia lance aos predadores sangrando, um dos seus, para salvar a matilha.

Os sinais já são visíveis. A pressão não pode e não vai parar até que o expurgo aconteça. Ordeiramente. Cumprindo todos os cânones e chamando de excelência esses caras que não conseguirão deixar o Brasil ancorado no atraso.

Não há mal que dure sempre!

Aleluia!

Assista ao vídeo:

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia.
@LCNemetz

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários