Para quem defende ditadores sanguinários, o deputado José Nelto manda um duro recado (veja o vídeo)

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, não tem mesmo perdão, segundo o parlamentar.

“Maduro é um ditador sanguinário que deveria ir para o paredão. Ele matou a história de um povo, de uma geração. Nós repudiamos qualquer ditadura, seja ela de esquerda ou de direita, porque são todos sanguinários e todos acabam cometendo crimes contra a nação. Por isso nossa grande luta pelo fortalecimento da democracia no Brasil”, disse o deputado.

Para Nelto, os discursos da esquerda não correspondem à realidade:

“A esquerda, que defende Venezuela, Cuba, esses países totalitários, deveria mudar do Brasil e morar na Venezuela, em Cuba... Mas não, na hora de sair do Brasil, escolhem a França, Grã Bretanha, Miami... gostam de mordomia, fazem discursos que não retratam a realidade de seus comportamentos políticos”, destacou.

O parlamentar também criticou o STF, que, segundo ele, está se comportando de maneira vergonhosa.

“O Supremo virou a Geni, não tem o menor respeito da sociedade. Por isso defendemos que seja feita a CPI da Lava Toga. Eu sou contra indicação vitalícia e queremos um mandato de dez anos. Do jeito que está, o Congresso Nacional terá que tomar medidas duras para restabelecer a ordem jurídica no Brasil”.

Veja o vídeo:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários