Na contramão da história, Goiás aprova aposentadoria para primeira-dama

Ler na área do assinante

A primeira-dama de Goiás está aposentada desde o dia 15 de dezembro, graças à decisão unânime do Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO), com remuneração integral que perfaz a bagatela de R$ 15.206,43.

A representante do Ministério Público Maísa Barbosa ainda se manteve contrária à inclusão da Vantagem Pessoal Nominalmente Identificável (VPNI) de R$ 7.602,53 à aposentadoria. Porém, os conselheiros adotaram o parecer do relator Saulo Mesquita, favorável à integralidade do pagamento.

No perfil da primeira-dama no portal do governo de Goiás, Valéria Perillo aparece como “ex-servidora pública”. Desde que o marido, o atual governador Marconi Perillo (PSDB), foi eleito governador, pela primeira vez, em 1998, Valéria deixou de exercer suas funções no Legislativo estadual. 

Comentando o caso, o governador Marconi Perillo (PSDB) afirmou considerar completamente normal o processo de aposentadoria da sua esposa. “Nunca vi qualquer pessoa perguntar pela aposentadoria de um desembargador, um juiz, um promotor, um delegado de Polícia, um professor, um procurador do Estado, um fiscal. Ela (Valéria) chegou à conclusão de que tinha os requisitos para se aposentar, entrou com pedido e é algo muito natural.”

Sobre o mesmo tema, a opinião de Perillo era bem diferente há poucos dias atrás.

Veja trecho de entrevista do governador, no último dia 30 de novembro: ‘Outra coisa que tem sido discutida é a idade mínima para se aposentar. Eu acho que não é certo que uma pessoa que ganha um salário alto se aposente com 50 anos de idade, com 45 anos de idade, e vai levar essa aposentadoria por mais 40 anos para frente. Quem paga isso é o povo, essas coisas precisam ser discutidas honestamente’.”

Mudou rápido de opinião...

Em nome da ética e até mesmo em função da situação pela qual passa o país, a concessão do benefício é, no mínimo, imoral e uma afronta ao povo trabalhador.

Da redação

                                                  https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação
Ler comentários e comentar