Mudança drástica na direção da Biblioteca Nacional (veja o vídeo)

Foi publicada nesta segunda-feira, dia 2/12, no Diário Oficial da União a Portaria 2.383 da Casa Civil que exonerou HELENA MARIA PORTO SEVERO DA COSTA do cargo de Presidente da Fundação Biblioteca Nacional – FBN e a Portaria 2.384, que nomeou RAFAEL ALVES DA SILVA para o mesmo cargo acima.

Para quem não sabe, Rafael Alves da Silva é o verdadeiro nome do erudito conservador Rafael Nogueira, voz e rosto mais do que conhecidos no meio intelectual, e odiado por 11 entre 10 esquerdistas, apenas porque (i) é um dos mais brilhantes alunos de Olavo de Carvalho, e (ii) não aceitam o (belo) trabalho que Rafael vem fazendo quanto ao restabelecimento da verdade história do Brasil, seja da época do Império, ou seja da época do Período Militar.

Para quem ainda não o conhece, vale muito a pena assistir à palestra que ele ministrou no evento CPAC, recentemente realizado na cidade de São Paulo.

O vídeo está aqui, a seguir:

Segundo uma fonte, Rafael Nogueira tomará posse amanhã, terça-feira, 3/12, no cargo de Presidente da biblioteca Nacional, em Brasília.

É gratificante ver que as coisas começam de fato a mudar, na Cultura Nacional. Como já falamos em outras oportunidades, não é apenas a economia; é preciso “desesquerdizar” a cultura e a educação. E urgente.

Desejamos boa-sorte a Rafael Nogueira lá na Biblioteca Nacional, e que principalmente ele se mantenha firme, sem titubear, à medida em que for descobrindo o aparelhamento feito no órgão que vai assumir, como por exemplo, o que diz uma fonte, com relação à utilização indevida de imóvel da Biblioteca Nacional por fundações privadas, e outras irregularidades (que vão, todas, aparecer).

De fato, acreditamos que a nova era realmente chegou para o país.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários