Morador denuncia situação alarmante e crime ambiental em praias do Morro de São Paulo, na Bahia

Nesta quarta-feira (04), a redação do Jornal da Cidade Online recebeu uma denúncia sobre a situação degradante das praias e localidades próximas do Morro de São Paulo - distrito no município de Cairu, na Bahia - que sofre com o descaso com o lixo e com o esgoto. Situado na Ilha de Tinharé, na Costa do Dendê, a região possui praias paradisíacas belíssimas, mas agora envoltas de sujeira que repele, cada vez mais, os turistas.

Segundo um relato de um morador local, que preferiu não se identificar, a quantidade de lixo é tamanha que insetos se proliferam rapidamente, dificultando o comércio dos bares e restaurantes próximos. A alternativa encontrada por esses estabelecimentos é a queima de pó de café para afugentar as moscas.

Há mais de um ano, uma turista argentina já havia relatado a crítica situação do lixo no Morro de São Paulo em entrevista ao Correio 24 Horas:

“Tenho visto muito lixo nas ruas, não achei que fosse assim. Nas fotos é tudo muito bonito, praias limpas, natureza exuberante. Eu vi um córrego de água fétida indo para o mar e me disseram que era esgoto, fiquei assustada” - lamentou a turista.

Em junho deste ano, a Primeira Praia de Morro de São Paulo se tornou imprópria para banho, segundo monitoramento do Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Inema). O órgão ambiental analisou amostras de água e verificou que havia presença de Escherichia coli, bactéria que vive no intestino de animais de sangue quente e pode causar infecção urinária e intestinal. Um verdadeiro perigo à saúde humana.

Já a passarela de madeira localizada entre a Segunda e a Terceira Praia está com vários trechos quebrados, ocasionando acidentes e transtorno aos transeuntes.

Como não bastasse tanta negligência, há ainda a suspeita de que cerca de 60 ligações clandestinas de residências e estabelecimentos comerciais desaguam esgoto na praia. Triste cenário.

Espera-se que as autoridades competentes tomem as devidas providencias para punir os criminosos que poluem, sem escrúpulos, uma área tão bela de raízes históricas nacionais. Que a população mantenha-se vigilante, cobrando medidas que restabeleçam o bem-estar local, beneficiando moradores, turistas e comerciantes.

Confira abaixo fotos recebidas pela nossa redação:

Segunda Praia, Praça do Receptivo
Quarta Praia
Segunda Praia
Segunda Praia
Passarela, início da Segunda Praia
Entrada para o Povoado de Zimbo
Segunda Praia, Praça do Receptivo
Vila, onde se encontra o fluxo de bares e restaurantes.
Lixo em Segunda Praia, uma das praias mais frequentadas da região.
da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários