Delação de Cabral causa “calafrios” no STJ e no STF

Na situação de Sérgio Cabral, o que vier é “lucro”.

Assim, os pouquíssimos aliados que lhe restam, passaram a alardear que ele acaba de incluir um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) em sua delação premiada.

Parece óbvio quem é o tal magistrado supremo.

Basta ver quem é que tem ligações obscuras com a soltura de inúmeros criminosos.

Paralelamente, outros quatro ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) também estariam no rol de delatados do ex-governador.

Pode ser mero jogo de cena do criminoso com o objetivo de conseguir algum benefício.

Porém, diz a Revista Crusoé, “os bochichos em torno do assunto têm preocupado excelências nas duas cortes”.

Não é pra menos. O que não falta é magistrado com ‘rabo preso’.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários