Lula da Silva e suas derrotas morais, após deixar o xilindró (veja o vídeo)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é hoje certamente um homem cambaleante, abatido, absolutamente frustrado e moralmente destruído.

Depois que deixou a cadeia, Lula está se deparando com a sua pífia popularidade e o ‘ódio’ exacerbado que grande parte da sociedade alimentou em relação a sua figura.

O ex-presidente, mesmo solto, é visto como um reles ‘ladrão’.

Em Paraty (RJ), Lula foi surpreendido com mais uma deprimente derrota moral.

Populares, pessoas comuns, sem qualquer vinculação política, tão logo souberam de sua presença na localidade, foram para a porta da pousada onde ele estava hospedado, manifestar repulsa e literalmente expulsá-lo da cidade. Tudo de maneira espontânea, mera reação popular.

Veja o vídeo:

Por outro lado, os petistas também estão percebendo que o nome Lula não tem mais nenhum apelo.

Sua caminhada no Nordeste, outrora sólido reduto do PT, foi catastrófica, acompanhada tão somente pelos insanos ‘militontos’.

Assim, diante desse quadro, o que se vê é um partido desnorteado, sem rumo e antevendo o golpe fatal, que ocorrerá nas eleições municipais de 2020.

Sim, o próximo ano será letal para o PT. O que se prenuncia é uma estrondosa derrota eleitoral, muito pior que a de 2016. Arrasadora e impiedosa.

Lula não será mais candidato e nem será necessário a Justiça para barrá-lo, o tempo e os próximos acontecimentos se encarregarão de decretar oficialmente a sua definitiva morte política.

José Tolentino

Jornalista. Editor do Jornal da Cidade Online.

Comentários