Escolas Cívico-Militares modelo devem começar atividades no início de 2020 (veja o vídeo)

Neste final de semana, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou, através de suas redes sociais, que as escolas Cívico-Militares iniciarão suas atividades na volta às aulas do próximo ano.

Segundo Weintraub, no começo de 2020, serão 54 escolas que servirão de modelo para que, se confirmadas as expectativas, o projeto seja rapidamente expandido para todo o Brasil.

O propósito do governo é enraizar nas crianças o patriotismo para criar cidadãos honestos, éticos e de caráter. Conforme Weintraub, existem ‘grupos ideológicos’ tentando impedir a ideia, porém a maioria da população é a favor da proposta.

As Escolas Cívico-Militares são de suma importância, uma vez que as já existentes tem o desempenho acadêmico de seus alunos muito superior à média nacional, equiparando o nível dos nossos alunos ao nível de países ricos.

Weintraub ainda afirma que não há margens para erros nesse piloto, pois tais ‘grupos ideológicos’ estão esperando para inviabilizar a proposta do governo com documentários, manifestações e etc.

“Por que o modelo da Escola Cívico-Militar? - é pra garantir que a próxima geração de brasileiros seja mais livre e mais forte, que ela consiga ler e escrever, fazer conta, ter respeito, disciplina, saber lutar pela sua liberdade melhor do que nós conseguimos, PRA GARANTIR QUE ESSA BANDEIRA VERDE E AMARELA NUNCA VÁ SER VERMELHA e é por isso que a Escola Cívico-Militar é tão importante pro governo Bolsonaro”- reitera o ministro.

Assista o vídeo:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários