Marco Feliciano é expulso do Podemos

Marco Feliciano, deputado federal e pastor evangélico, foi expulso do Podemos nesta segunda-feira, 9, por decisão unânime de oito votos do Conselho de Ética. A expulsão foi comunicada ao parlamentar pelo presidente do partido, Mario Covas Neto.

A denúncia que gerou a exclusão de Feliciano do partido cita uma série de acusações contra o parlamentar, entre elas o gasto de 157 mil em procedimentos odontológicos pagos pela Câmara.

"Parece-nos importante destacar que entendemos por desproporcional e pouco recomendado que em pleno ano de 2019 um parlamentar ainda se utilize de recursos públicos para fins particulares, vide o caríssimo tratamento feito pelo representado e pago com dinheiro do povo" afirma o Conselho de Ética do Partido.

O deputado crê que a decisão foi tomada devido ao apoio dele ao presidente Jair Bolsonaro. No começo do mês, Feliciano disse em entrevista:

“Para mim o que acontecer está bom. Que o eleitor julgue o caso. Um partido expulsa um deputado por apoiar um presidente da República. Aí não tem mais o que fazer”.

Feliciano pode recorrer da decisão em até três dias. Porém, o mais provável é que aceite a decisão.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários