Greta provoca Bolsonaro, adota “pirralha” em redes sociais e ganha visibilidade na mídia. Entenda porque...

PIRRALHA. Essa é a nova descrição na rede social da estagiária júnior do Soros, após Bolsonaro chamá-la assim, em uma entrevista.

O motivo? A ativista mirim denunciou que os índios brasileiros estão sendo mortos, com a cumplicidade do governo, por tentarem defender a floresta amazônica.

FUCK YOU, GRETA!

Pirralha é elogio, para quem faz uma declaração tão sem cabimento. E nem estou considerando, aqui, a acusação contra o governo.

Só quem nunca colocou os pés no Norte do Brasil, como a ecochata sueca e os socialistas de iPhone tupiniquins, defende que os índios estão tentando proteger a floresta.

Aliás, nem precisa ir até a Amazônia. É só estudar o básico de história e antropologia.

Esqueçam os gibis do Maurício de Souza. O Papa-Capim, indiozinho amiguinho da natureza, só existe lá. A realidade é BEM diferente.

No período pré-Cabralino, os povos nativos viviam em regime semi-sedentário. Ou seja, se estabeleciam em uma região, esgotavam os recursos disponíveis e, então, buscavam outro destino. Não se importavam, portanto, com a preservação ambiental. Esse foi um conceito trazido PELOS EUROPEUS, que se estabeleceram em cidades e, logo, necessitavam preservar o entorno de onde fixavam residência.

O conceito de índio protetor, herói das florestas, só foi criado no século XIX, com o movimento indianista da literatura, e EM NADA CONDIZ COM A REALIDADE, especialmente dos "coligados" ao Cacique Raoni e sua trupe.

Índio não quer apito, muito menos preservação ambiental. O lobby indígena quer NAÇÕES INDÍGENAS INDEPENDENTES, onde possam explorar e negociar as riquezas brasileiras com quem bem entenderam. Índio quer iPhone, Hilux e cobrar pedágio nas estradas federais.

Os dados apresentados por Greta, dizendo que 27 indígenas foram mortos, esse ano, no Brasil, não revelam que, destes, grande parte nem estava nas reservas. Foram mortos em DISPUTAS DE TERRA, onde também matam.

A diferença de tratamento pela lei, entre o índio e o "homem branco", NÃO FAVORECE O BRANCO. Pelo contrário.

O Estatuto do Índio, em seu Art. 56, é explícito em determinar ATENUANTE PENAL para crimes cometidos por silvícolas.

Ou seja, SÓ O ÍNDIO TEM GARANTIA DE IMPUNIDADE.

Por que, então, a imprensa dá tanta visibilidade à Greta, que não entende sobre absolutamente NADA do que "defende"?

Simples!

Greta é um fantoche. É apenas um instrumento de manipulação dos progressistas. Suas palavras não são suas.

Dar-lhe visibilidade, então, é dar visibilidade aos donos do mundo (e da mídia), que só querem retornar o Brasil ao seu lugar de colônia.

"O idealismo é a virtude da inexperiência." (WERTHEIMER, Emanuel)

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários