MP Pró-Sociedade faz nota de repúdio aos ataques de Toffoli contra a Lava Jato

Os protestos contra as absurdas declarações do ministro Dias Toffoli contra a Operação Lava Jato, e “em defesa” das empresas que articularam práticas criminosas, prosseguem em ritmo avassalador.

A Associação Nacional de Membros do Ministério Público Pró-Sociedade publicou a seguinte nota de repúdio:

Nota de REPÚDIO: A Associação Nacional de Membros do Ministério Público Pró-Sociedade, se manifesta sobre os ataques contra a Lava a Jato..

NOTA DE REPÚDIO AOS NOVOS ATAQUES À LAVA JATO
O MP Pró-Sociedade repudia as afirmações do presidente do STF, que disse que a Lava Jato destruiu empresas brasileiras e que isso não aconteceria em países como Estados Unidos e Alemanha.
Empresas nacionais tiveram uma relação promíscua e de total dependência com o governo e políticos variados. A corrupção e a lavagem de dinheiro alcançaram níveis absurdos e foram institucionalizadas praticamente como politica de Estado. É engraçado que se queira atacar o remédio eficaz e que pouco se ligue para a grave doença... Também é curioso que se pretenda falar em transparência e se instaure um inquérito como o das "fake news".
Isso é o que jamais aconteceria nos Estados Unidos e na Alemanha.
A complacência com tais comportamentos e a consequente impunidade também não: nisto, a Lava Jato nos fez Primeiro Mundo.
"Quem destruiu empresas foram os corruptos que as utilizaram como instrumento para tomar o Brasil de assalto." (Ailton Benedito)

Associação MP Pró-Sociedade

16/11/2019

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários