Pannunzio é condenado a pagar 20 mil a Igreja Universal e Edir Macedo

O ex âncora da TV Band e amigo de Guilherme Boulos do PSOL, Fabio Pannunzio, foi condenado pela justiça de São Paulo a pagar uma indenização de 20 mil reais para a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) e o bispo Edir Macedo.

Pannunzio foi processado por danos morais, por compartilhar em 2017 uma série de reportagens nas quais a IURD e Edir Macedo eram acusados de tráfico de crianças, maus tratos e fraudes.

Nas publicações, além de compartilhar o reportagem da TV portuguesa ‘TVI’, o jornalista fez comentários como “pusilânimes, dissimulados, perversos [...] desumanos e sem coração”, se referindo a Edir Macedo e sua família.

A sentença condenatória esclareceu o seguinte:

“A liberdade de expressão, embora assegurada pela Constituição Federal (art. 5º, IV, CF), não é um direito absoluto, sobretudo porque deve ser exercido com respeito a outros direitos fundamentais, como a inviolabilidade da honra e da imagem das pessoas.”
da Redação

Comentários