assinante_desktop_cabecalho

Eduardo Bolsonaro e mais 25 deputados, pedem desligamento do PSL por ‘justa causa’

Ler na área do assinante

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), recebeu nesta terça-feira,17 , o encaminhamento de 26 deputados do PSL, pedindo o desligamento do partido por ‘justa causa’. O intuito dos parlamentares é não perder o cargo.

O desencadeamento já era esperado desde que o presidente Jair Bolsonaro e o líder do PSL, Luciano Bivar, começaram a se desentender. Dos integrantes da ação estão Eduardo Bolsonaro, Carla Zambeli, Philippe de Orleans e Bragança, além de outros congressistas do partido.

“É de conhecimento público e é notório que o princípio norteador defendido pela ala bolsonarista foi o de uma mudança sistêmica na estrutura partidária, com ações contrárias àquelas adotadas pela denominada velha política”, diz o documento.

O texto ainda salienta que Bivar agiu “em total contrariedade aos princípios partidários estatutariamente definidos e do próprio programa político incorporado pelo PSL.”

O relator sorteado no TSE para analisar o pedido foi o ministro Luiz Edson Fachin, que também integra o Supremo Tribunal Federal (STF). Não há previsão de prazo para a decisão. O PSL não quis se manisfestar sobre o assunto.

Uma coisa parece evidente: O PSL voltará a ser 'nanico', logo após o pleito de 2022.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar