assinante_desktop_cabecalho

Capitaneados por Eduardo Bolsonaro, deputados fogem da perseguição do PSL e criam frente Brasil Acima de Tudo (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

A guerra pela liderança do PSL foi a semente para a criação de um novo movimento, mais forte e com objetivos mais transparentes: a frente Brasil Acima de Tudo, composta por 28 deputados. Eduardo Bolsonaro explicou como o grupo vai funcionar:

“Não é uma frente parlamentar, é uma frente dentro do PSL, assim como tem PSL Mulher, PSL Jovem... a gente está colocando o Brasil Acima de Tudo, para nos destacar. Vai contar com apoio de deputados federais e estaduais. Pretendemos rodar o Brasil inteiro, dando força um para o outro. Quando tiver um evento conservador, um vai levantar a bola para o outro. É para unir o pessoal, ter o sentimento de que não é esse PSL que está por aí, nós somos o Brasil Acima de Tudo”, explicou.

A frente será organizada por seis coordenadorias, que serão lideradas por alguns dos integrantes: comunicação (Luiz Phillipe De Orleans), mídias sociais (Carla Zambelli), operacional (Filipe Barros), relações institucionais (Bia Kicis), relações político-partidária (Caroline de Toni) e relações policiais e militares, general Girão.

O deputado comentou também sobre sua volta à liderança do PSL. “Houve uma reclamação generalizada pela maneira como os funcionários foram tratados, quase humilhantes, sendo escorraçados, isso se estendendo até para parlamentares, que tentaram fazer uso da liderança do PSL e foram impedidos pela deputada Joice Hasselmann, numa lamentável atitude que só acirra os ânimos”, ressaltou.

Veja o vídeo:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar