Relator da Lava Jato elucida: “Roubo de conversas do Telegram contou com o apoio financeiro de alguém”

O desembargador Abel Gomes, relator da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, fez uma revelação importante em entrevista à Revista Crusoé.

Ele afirmou que o objetivo de quem idealizou, articulou e executou o ataque dos hackers a autoridades era contaminar a Operação Lava Jato.

Elementar! Felizmente não conseguiram. A Lava Jato continua forte.

A rigor, o magistrado apenas fez uma afirmação que ninguém ainda havia tido a coragem de fazer, notadamente em função da blindagem imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF) ao provável idealizador de toda a traquinagem criminosa..

Abel Gomes diz ainda enxergar com temor as tentativas de impor obstáculos às ações de combate à corrupção no país. A lei de abuso de autoridade e o ataque hacker a celulares de investigadores e juízes — do qual ele próprio foi um dos alvos — seriam, para ele, um dos emblemas da reação dos que querem dinamitar a Lava Jato e fazer com que poderosos voltem a desfrutar do aconchego da impunidade.

Parece que chegou a hora de um certo pseudojornalista gringo responder pelos seus crimes e de se apurar com mais rigor a intensidade do envolvimento de Manuela D'Ávila.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários