Temendo novo atentado, Bolsonaro diz que dorme com uma pistola carregada ao alcance da mão

Em entrevista a VEJA, o presidente Jair Bolsonaro abriu as portas de sua casa e contou sobre sua atual vida morando no Palácio da Alvorada. Bolsonaro convive diariamente rodeado por seguranças e funcionários, porém afirma que não é fácil, se sente como um preso. Depois do atentado envolvendo Adélio Bispo de Souza, não confia em ninguém e convive diariamente com esses ‘fantasmas’.

O presidente teme ser alvo de um novo atentado, afirma: “A gente contraria o interesse de muita gente”. Bolsonaro disse que dorme com uma pistola carregada ao alcance da mão e que ainda tem “outras arminhas que ficam guardadas por aí”.

Uma das coisas que mais chama a atenção é o fato de Bolsonaro ter sempre alguém responsável para experimentar as refeições que lhe são feitas. Ele afirma que não é fruto de paranoia, não engole a história de que Adélio teria feito o atentado por conta própria por ser um ‘desequilibrado mental”.

Segundo Bolsonaro, houve uma conspiração para acabar com a sua vida, que acredita ter envolvimento de um ex assessor no atentado, o motivo seria porque este tal assessor queria ser seu vice.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários